PROJETOS

Projetos de Pesquisa/Projetos de Desenvolvimento Tecnológico ou Inovação

O MPEA desenvolve projetos de impacto e relevância para a Área de Enfermagem e para o desenvolvimento científico, tecnológico, cultural, social e/ou de inovação.  Cinco de nossos projetos merece destaque por seu potencial de inovação: social, na atenção à saúde, no campo educacional, na gestão ou tecnologia.

Consideramos as mudanças em relação ao Ensino e pesquisa (teórico/metodológico); novas tendências às políticas públicas; tecnologias apropriadas por meio de mobilização de recursos técnicos, sociais e econômicos; criação/atualização/normatização de processos/treinamento referente às políticas públicas de saúde e/ou educação/educação básica; monitoramento de protocolos e/ou gestão programas de saúde e/ou educação e prática profissional.

São eles:

Cuidado humano e interfaces afetivas e espirituais do bem-estar nos processos do viver/adoecer/morrer: inovação e translação na práxis de enfermagem.

Dra Eliane Ramos Pereira e Dra Rose Rosa

Projeto de Inovação da linha de pesquisa B – Tecnologia, Inovação e Gestão do Processo de Cuidar em Saúde e Enfermagem.

Grupo de enfermeiros interessados na implementação das práticas humanistas, espirituais e sócio-emocionais no cuidado a pessoas em sofrimentos limítrofes, como em cuidados oncológicos. Isso tem proporcionado alto impacto no campo educacional, social e na atenção à saúde. Refletidos nos aceites dos estudos em revistas de alto impacto, na continuidade dos alunos em estudos de Doutoramento, e na implementação de ambulatórios no Inca que consideram a espiritualidade como uma dimensão do cuidado. Com esse projetos importantes recursos humanos tem sido captados de serviços públicos federais como do Instituto Nacional do Câncer, HUAP, HUCFF e Instituto de Traumato-ortopedia. Recebeu financiamento de alunos do CAPES-COFEN Ângelo Braga, que hoje é doutorando e com produção vinculada ao tema. Projeto possui egressos, alunos, produção bibliográfica, técnica e trabalho de conclusão associados e relevantes.

Intervenções para o cuidado de grupos populacionais infantis com necessidades especiais.

Dra. Liliane Faria

O projeto de Pesquisa da Linha A – Cuidado de Enfermagem para os Grupos Humanos

O Projetp tem promovido estudos sobre implementações de intervenções como grupos, vídeos educativos, materiais educativos, protocolos, para mães e crianças em cuidados especiais, com destaque para os cuidados paliativos oncológicos. O impacto social dessa ação está no acolhimento, na orientação para mães em sofrimento e par crianças que não compreendem as perdas e a mudança em sua rotina, além disso os produtos desenvolvidos podem orientar outros profissionais em suas ações. No entanto o maior impacto está na formação dos mestrandos que compreendem a importância de desenvolver inovações para mediar o dialogo complexo entre família e a equipe de cuidados de crianças com necessidades especiais. Isso tem refletido nas aceitações dos estudos desenvolvidos em revistas de alto impacto, na continuidade do aluno no grupo e em cursos de doutorado e na captação e novos alunos para o projeto. Projeto possui financiamento dos recursos advindos do Projeto CAPES-COFEN com 2 discentes vinculados, um deles já se encontra no doutorado. O projeto possui, discente, egressos, produção bibliográfica e técnica diversificada em diferentes produtos construídos para o publico especifico e com relevância, e trabalho de conclusão vinculado. Além de ser um projeto atrativo à captação de recursos humanos qualificados da prática avançada em pediatria, com alunos egressos de hospitais federais, institutos especializados no atendimento infantil como Fernandes Figueira, da Fiocruz, e parcerias com grupos de pesquisa da UFRJ sede e Macaé e UERJ, atualmente consolidando propostas de internacionalização do projeto para o próximo quadriênio.

Estudo da Prevalência da Prática de Contenção em Idosos dependentes.

Orientadora: Dra Rosimere Ferreira Santana

Projeto de Pesquisa da Linha  A- Cuidado de Enfermagem para os Grupos Humanos

Desenvolve estudos que articulam a presença da contenção mecânica em idosos dependentes em diferentes cenários e a necessidade emergente de mudança na prática assistencial, para isso são desenvolvidos diferentes produtos: escalas, vídeos educativos, casos de simulação realística, manuais e recentemente metodologias de implementação de melhorias. Esses possuem potencial de transferência para a prática, pelos altos índices de prevalência  encontrados nas pesquisas associando fatores de risco previsíveis, e com isso os aceites em revistas com bons indicadores bibliométricos. Portanto, o mestrando além de uma formação em pesquisa aplicada e quantitativa, desenvolve uma capacidade de avaliar riscos iatrogênicos no uso da contenção mecânica, impactando em sua formação avançada. Além do comprometimento social que a diminuição do uso da contenção mecânica em cenários de cuidado teria na sociedade, ou seja, na promoção de um cuidado humanitário, digno e livre. Esse projeto conta ainda com uma parceria internacional com a Secretaria de Saúde da Cidade italiana – Trieste – O Acordo de Cooperação entre a UFF e a Azienda per Lassistenza Sanitaria Triestina – Itália (2017). Possui seis Trabalhos de conclusão concluídos, com financiamento da FAPERJ de apoio a programas emergentes do Estado do Rio de Janeiro, produção bibliográfica aceita em artigos com bons indicadores bibliométricos, e com citações internacionais, produção técnica com impacto para o local de inserção do mestrando, e pela oportunidade do aluno em participação de treinamentos com profissionais da Itália e Espanha nas práticas mais avançadas de intervenções livre de contenção para idosos.

Práticas integrativas e complementares aliadas ao cuidado dos grupos humanos.

Dra Fátima Helena do Espírito Santo

Projeto de Pesquisa da Linha  A- Cuidado de Enfermagem para os Grupos Humanos

Desenvolve Pesquisas de divulgação no âmbito internacional “Journal of Pediatric Oncology Nursing”, e que também integra o projeto da OPAS “Biblioteca Virtual em Saúde para as PICS” contribuindo para a construção das tendências em politicas públicas; como dando visibilidade ao projeto desenvolvido no MPEA da mestranda “Laser Acupuncture for Relieving Nausea And Vomiting in Pediatric Patients Undergoing Chemotherapy: a Single-Blind Randomized Clinical Trial” que para além do artigo, proporcionou o registro de um protocolo de como realizar à acupuntura (um produto) e a criação de um ambulatório de atendimento ao público, cumprindo seu papel social, como de formação hoje essa aluna integra o curso de doutorado na nossa escola e continua seus estudos na área. Esse projeto além desse caso de sucesso, abarca profissionais para construção de evidências com protocolos das práticas complementares e seus efeitos na saúde e bem estar. Em 2020, foram contemplados com um projeto financiado de implementação das PICs na Rede de Atenção Primária da Prefeitura de Niterói, e com isso realizou um Ciclo de Debates para formação dos profissionais, com capacitação nas intervenções de interesses, um projeto que promete vincular universidade e serviço. Possui financiamento do Projeto CAPES COFEN com produção bibliográfica e técnica qualificada e diversificada para atender a demanda social e da prática de enfermagem.

Gestão do Cuidado em Saúde e Enfermagem: Desenvolvimento

Coordenação: Dra Barbara Pompeu

Docentes colaboradores:Dra. Erica Brandao e Dra. Ana Paula Amorim

Projeto de Pesquisa da Linha B – Tecnologia, Inovação e Gestão do Processo de Cuidar em Saúde e Enfermagem

Integra projetos de pesquisa que auxiliam na construção de indicadores de qualidade da assistência, do cuidado, da gestão. Com construção de produtos e processo de Monitoramento de protocolos e/ou gestão programas de saúde e/ou educação; tem construído um arcabouço de formação na área de gestão de destaque no País, organiza o evento SEGERENF que reúne líderes da área interessados a discutir aspectos teóricos e metodológicos da gestão e gerência do cuidado. Estudos sobre indicadores, segurança do paciente, planejamento estratégico e desenvolvimento de ferramentas de gestão tem sido a contribuição social desse projeto. Possui financiamento pelo Acordo Capes/Cofen) da FUNDAÇÃO CARLOS CHAGAS FILHO DE AMPARO A PESQUISA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO – Apoio Emergencial para os Programas e Cursos de Pós-graduação Stricto Sensu do Estado do Rio de Janeiro) e pela PREFEITURA MUNICIPAL DE NITEROI – (Edital de Projetos Aplicados). Com formação de recursos humanos líderes nos Estado do Rio de Janeiro, na gestão estadual, municipal, e federal de importantes centros. Produção técnica relevante, com vários usados nos serviços e, diversificada conforme problema da prática, produção bibliográfica em crescimento para revistas qualificadas dado o escopo do projeto de desenvolvimento de produtos gerenciais, apostou-se na formação do corpo técnico em metodologia de implementação de melhoria “quality improvement” para alavancar também o reconhecimento da área de gestão internacionalmente e na produção qualificada.

Translate »
Skip to content